SAEPE | Sociedade de Anestesiologia do Estado de Pernambuco

Levantamento indica escassez de anestesiologistas em alguns estados

aumentar fonte Diminuir fonte
10 de Maio de 2016

O atendimento médico especializado está proporcionalmente mais concentrado nas Regiões Sudeste e Sul. É o que mostram os dados da versão definitiva do Cadastro Nacional de Especialistas, lançado no final de abril pelo Ministério da Saúde.

A Anestesiologia, por exemplo, é um dos campos com maior escassez, tendo sete médicos para cada 100 mil habitantes. Na Região Norte, esse número cai para quatro, e no Nordeste, para 4,5. Em Pernambuco, essa média é de 4,9. Um dos estados em situação mais crítica é o Amapá, com o menor número absoluto de anestesiologistas do País (20) e um índice por 100 mil habitantes também muito baixo: 2,6 médicos. O Maranhão conta com 126 médicos, mas tem o índice mais baixo entre todos os Estados brasileiros, de apenas 1,8 anestesiologistas para cada 100 mil pessoas.